Ibope confirma, Facebook ultrapassou Orkut no Brasil

Perdendo liderança, Orkut foi porta de entrada à web no Brasil
Perdendo liderança, Orkut foi porta de entrada à web no Brasil

O Ibope confirmou nesta sexta-feira as informações publicadas pela IstoÉ Dinheiro, que antecipou na semana passada números da pesquisa Ibope Nielsen Online para o mes de agosto que indicam que o Facebook, maior rede social do mundo, finalmente ultrapassou o Orkut, serviço queridinho dos brasileiros, no País. De acordo com o instituto de pesquisas, o Facebook atingiu 30,9 milhões de perfis de usuários cadastrados no período, contra 29 milhões de perfis do site de relacionamentos do Google. O levantamento mostra ainda que no fim de agosto, o Twitter tinha 14,2 milhões de usuários únicos.

O Orkut, a primeira tentativa do Google de ingressar nas redes sociais, foi ultrapassado pelo Facebook em agosto segundo o Ibope, e corre risco de perder uma supremacia de sete anos no País. Mas foi uma ferramenta importante na alfabetização dos usuários brasileiros na internet. Essa é a análise da pesquisadora em mídias sociais Raquel Recuero, para quem o site foi “fundamental” na entrada do brasileiro nas redes. “O Orkut acabou não só sendo a grande porta de entrada da internet para o brasileiro, como uma das principais motivações para isso. Para mim, seu papel na inclusão digital é incrível”, afirma.

Porém, se engana quem pensa que o Orkut está morrendo. Os milhões de usuários da rede mantêm vivas as comunidades da rede social, o que, para o diretor da Bites, é a principal diferença do Orkut para a concorrente. “O Facebook é uma rede em que as pessoas se agregam àqueles que são parecidos com elas, seus amigos, enquanto o Orkut as pessoas podem se agrupar em torno de temas, as comunidades”, afirma Fernandes.

Para o analista, que elabora estratégias para empresas dentro das redes sociais, o Orkut é um ambiente muito mais favorável para promover um novo produto ou serviço justamente por causa desses fóruns. “No Facebook você tem uma dificuldade de olhar por dentro, de se relacionar com as pessoas. No Orkut é mais fácil para as marcas se relacionarem. É muito mais fácil identificar um tema dentro de uma comunidade do Orkut do que no Facebook, onde as pessoas se aglutinam em torno da fan page”, analisa.

Nos últimos meses, o Orkut passou por diversas mudanças de layout e implementou novas funcionalidades na tentativa de manter o ritmo de crescimento no País, muitas delas inspiradas no Facebook, como o botão “gostei” e a publicação das atualizações nos mesmos moldes do Mural do site de Zuckerberg. Para Raquel, os jogos sociais foram fundamentais para acelerar o crescimento do Facebook por aqui, mesmo que tardiamente. “Os aplicativos foram o grande diferencial, que realmente conseguiu fazer com que o Facebook conseguisse entrar em nichos que não conseguia, como o Brasil. O crescimento do Facebook inicialmente esteve intrinsecamente conectado ao crescimento de jogos como o Farmville. Claro que, uma vez alcançada uma certa massa crítica, o sistema passou a crescer por si só”, analisa.

Outro fator importante para a popularização da rede de Mark Zuckerberg foi a preocupação com a privacidade, que chegou atrasada ao País, segundo a pesquisadora. “As pessoas vêm no Facebook uma chance de ‘recomeçar’ sua rede social, dessa vez com mais critério do que no Orkut, onde uma das práticas era adicionar todo mundo”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *