Google: Diga adeus para o conteúdo palavras-chave

Palavras-chave de conteúdo

Logo quando o Search Console ainda era chamado de Webmaster Tools, o recurso de palavras-chave de conteúdo foi a única maneira de ver o que o Googlebot (Robô que indexa as páginas na rede mundial) encontrou quando ele indexava um site. Este recurso foi útil para ver que o Google foi capaz de rastrear suas páginas em tudo, ou se o seu site foi hackeado.

Palavras-chave de conteúdo
Palavras-chave de conteúdo

Enquanto isso, você pode facilmente verificar qualquer página em seu site e ver como o Googlebot visualiza imediatamente, na Pesquisa Analytics mostra quais as palavras-chave o Google mostra seu site na busca e te informa de muitos tipos de hacks automaticamente. Além disso, os usuários tinham muitas dúvidas sobre as palavras-chave listadas em palavras do conteúdo. E assim, chegou o momento de se aposentar do conteúdo Palavras-chave, segundo o Google este recuso não é mais necessário.

As palavras contidas no conteúdo do seu site, ainda são muito importantes para o Google e para seus visitantes para compreender o conteúdo. Enquanto os sistemas do Google, por mais sofisticados que sejam, ainda não podem ler a mente do criador de conteúdo do site: quanto mais claro o criador do conteúdo é, mais encontrado na busca o site vai ser. Diga aos visitantes o que faz o seu site, seus produtos e serviços!

FONTE: Google Webmaster Central Blog.

Como melhorar o posicionamento no Google?

Últimas noticias do Google!
Parece ser que Google considera 3 coisas como as mais importantes no seu algoritmo

  1. 1 & 2: Links & Content
  2. 1 & 2: Links & Content
  3. RankBrain

Outros fatores a considerar:

  • Desde 2013 Google considera melhor no seu algoritmo (desde então diz que tem nome, Hummingbird, beija-flor em inglês) as https que as http;
  • No mesmo ano foi lançado o paydai, que lutava contra o spam.

Outras atualizações importantes arrolam a geolocalização e as atualizações do seu site.

Pedir ao Google para rastrear uma página

Para pedir ao Google que rastreie um URL em um site que não é seu, visite https://www.google.com/webmasters/tools/submit-url/. No entanto, se o site for seu, recomendamos que você siga o processo abaixo.

Peça ao Google para indexar uma página ou um site:

  1. Na página inicial das Ferramentas do Google para webmasters, clique no site desejado.
  2. No “Painel”, em Rastreamento, clique em Buscar como o Google.
  3. Na caixa de texto, digite o caminho para a página que você deseja verificar.
  4. Na lista suspensa, selecione web. Você pode selecionar outro tipo de página, embora atualmente nós estejamos aceitando apenas envios para nosso índice da Pesquisa da web do Google.
  5. Clique em Buscar. O Google buscará o URL solicitado. O status de busca pode levar de 10 a 15 minutos para ser atualizado.
  6. Assim que você visualizar o status de busca “Bem-sucedido”, clique em Enviar para o índice e clique em uma das seguintes opções:
    • Para enviar o URL individual ao índice do Google, selecione URL e clique em Enviar. É possível enviar até 500 URLs por semana dessa forma.
    • Para enviar o URL e todas as páginas vinculadas a ele, clique em URL e todas as páginas vinculadas. Você poderá enviar até 10 solicitações como essa por mês.

Como rejeitar links de outras páginas?

O Google não gosta de sites e blogs que tentem manipular os resultados das buscas utilizando técnicas proibidas.

Podemos ver os links que apontam a nossa página acessando nas ferramentas para webmasters de google:

Apois analisar os backlinks do nosso site, podemos solicitar do Google que desestime aqueles domínios que podem estar nos penalizando. Vamos ver então o que diz Google que temos que fazer.

 

Repudiar Backlinks
Repudiar Backlinks

REPUDIAR BACKLINKS

Este é um processo de duas etapas. Depois de baixar uma lista de links para seu site (ver passo anterior), você precisa criar um arquivo contendo apenas os links que deseja negar, e enviar este para o Google.

  • Ferramentas para webmasters > Tráfego de pesquisa > Links para o seu site
  • Clika em Mais (Se você clicar em  Baixar últimas ligações , você verá datas também)
  • Você vai baixar um arquivo contendo todas as páginas com links para seu site.
  •  Use-o para criar um arquivo de texto contendo apenas os links que deseja repudiar (o tipo de arquivo deve ser. Txt e deve ser codificados em UTF-8 ou 7-bit ASCII)
  • Faça up-load do arquivo.

Ver informação em Inglês de Rejeitar Links 

Nota: Ao olhar para os links para seu site em ferramentas para webmasters, você tem que verificar o www e da versão não vww do seu domínio em sua conta de Webmaster. Para o Google, são completamente diferentes.

BarcelonaAbc.com está a venda!

Após as últimas atualizações do Google, JMT Websolutions, proomotora, coordenador e possui este site, decidiu torná-lo venda. Agradecemos a todos os nossos clientes que tornam possível.

 Agradecemos a todos nuestros  clentes
Agradecemos a todos nuestros cilentes

5 dicas para escolher um SEO

Aqui está um guia com cinco pontos importantes para serem levados em consideração na hora de contratar uma empresa especializada em SEO.

5 dicas para escolher um SEO
5 dicas para escolher um SEO

Primeiro sinal: Promessas que são boas demais para ser verdade
Tome muito cuidado com empresas que garantem primeira posição no resultado dos buscadores . O próprio Google adverte no seu guia de marketing de busca que ninguém pode garantir primeira posição no Google. Existem ainda empresas que prometem esse resultado em 30 dias! As empresas mais sérias do ramo não fazem esse tipo de apelo ou qualquer outra promessa que parece boa demais para ser verdade.

Segundo sinal: Uso de técnicas de “segunda mão”
Para conseguir posicionar o site de uma empresa nas primeiras posições, algumas empresas utilizam técnicas para enganar os mecanismos de busca, práticas não recomendadas pelo Google, que podem afetar a longo prazo, a sua empresa. Técnicas “destrutivas” como lotar as páginas com palavras chaves, sem a intenção de criar conteúdo de valor para os usuários ou usar textos “invisíveis” Palavras brancas sobre o fundo branco são alguns exemplos dessas técnicas de “segunda mão” que podem resultar em uma penalização e prejudicar a reputação das empresa.

Terceiro sinal: Direcionar tráfego irrelevante para os sites
Uma melhora no posicionamento do site ou aumento do fluxo de visitantes não representam necessariamente o sucesso da estratégia de SEO. Para avaliar se a empresa foi realmente eficaz você precisa verificar quanto, de fato, o trabalho de SEO gerou mais negócios. Algumas métricas interessantes que deveriam ser levadas em consideração seriam a geração de novos leads, vendas, taxa de conversão do site e até mesmo o tempo que o usuário gasta no site.

Quarto sinal: Criar conteúdos de baixa qualidade
Quando se trata de SEO, criar conteúdo relevante e útil para os leitores é essencial para se ter um bom resultado. Algumas consultorias não profissionais podem recomendar algumas práticas como copiar conteúdo de sites bem posicionados, postar comentários falsos de clientes supostamente satisfeitos ou criar conteúdo exclusivamente com palavras – chave repetidas. Especialistas apontam que devemos evitar esse tipo de empresa para o bom andamento dos negócios.

Quinto Sinal: Oferecer um serviço único, sem manutenção
Tenha em mente que o SEO não é um projeto pontual e sim um processo contínuo. O conteúdo deve ser constantemente atualizado e as estratégias modificadas de acordo com a tendência de mercado e métricas de performance. Inclusive, os mecanismos dos buscadores têm seus algoritmos constantemente modificados, gerando flutuações no posicionamento dos sites.

É necessário que a sua empresa tenha um relacionamento de longo prazo, uma boa comunicação e comprometimento com a empresa que presta consultoria em SEO para você. Se você não estiver conseguindo ter esse tipo de abertura, creio que está na hora de procurar um novo parceiro.

Fotne: Renata Eiko

Google+ adota medidas para competir com Facebook

Google+ adota medidas para competir com Facebook
Google+ adota medidas para competir com Facebook

O Google espera aumentar a base de usuários do Google+ diminuindo a idade mínima permitida para que uma pessoa faça um perfil em sua rede social para 13 anos. Anteriormente, o ingresso era limitado a maiores de 18 anos.

A mudança acompanha uma série de alterações nas políticas de segurança e uso do sistema de sites do Google, visando o crescimento da empresa. Nesta mesma semana, a empresa anunciou que irá permitir apelidos e pseudônimos nos perfis de seus serviços.

Para o vice-presidente de produtos da empresa americana, Bradley Horowitz, a mudança fará com que a rede social da gigante de buscas possa competir com o Facebook de igual para igual. 

Com informações do Geek.